VÍDEO CACHOEIRA DO LOBO

FÉRIAS EM CAPITÓLIO - FURNAS - 2013


A Usina Hidrelétrica de Furnas foi a primeira a ser construída pela empresa de quem ela herdou o nome. Está localizada no curso médio do Rio Grande, no trecho denominado Corredeiras das Furnas, entre os municípios de São José da Barra e São João Batista do Glória, em Minas Gerais. Possui uma potência nominal de 1.216 MW (8 X 152 MW). Sua construção começou em julho de 1958, tendo a primeira unidade entrado em operação em 1963. A construção dessa usina, uma das maiores da América Latina na época, permitiu que se evitasse o colapso energético do País, na década de 60. O reservatório, um dos maiores do Brasil, com 1.440 km² e 3.500 km de perímetro, banha 34 municípios de Minas Gerais. É o Mar de Minas. Existem várias cachoeiras, canyons. O nível de armazenamento do lago é de 768 metros acima do nível do mar, com o nível máximo de 769,3 metros e o nível mínimo de operação de 750 metros.[3] Ao longo de sua extensão, o lago exibe diversas paisagens com contornos sinuosos, por causa do mar de morros sobre o qual a represa foi formada. Na região de Capitólio existem os Cânions do Lago de Furnas, que possuem cerca de 20 metros de altura com várias cachoeiras e reentrâncias que formam uma bela paisagem. Em Boa Esperança foi criado um dique que forma uma lagoa (Lagoa Encantada) para que a cidade não ficasse tão sujeita às variações do nível do lago e também para fins de paisagismo, visto que em torno desse lago foram construídas várias avenidas arborizadas.
Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4
Imagem 5
Imagem 6
Imagem 7
Imagem 8
Imagem 9
Imagem 10
Imagem 11
Imagem 12
Imagem 13
Imagem 14
Imagem 15
Imagem 16
Imagem 17
Imagem 18
Imagem 19
Imagem 20
Imagem 21
Imagem 22
Imagem 23
Imagem 24
Imagem 25
Imagem 26
Imagem 27
Imagem 28
Imagem 29
Imagem 30
Imagem 31
Imagem 32
Imagem 33
Imagem 34
Imagem 35
Imagem 36
Imagem 37
Imagem 38
Imagem 39
Imagem 40
Imagem 41
Imagem 42
Imagem 43